#1 - Sete Cidades


Itinerário do Passeio:

Nesta excursão, iremos visitar a zona Oeste da Ilha de São Miguel, mais propriamente o vulcão das Sete Cidades e as suas diversas lagoas, com especial atenção para as bonitas lagoas Verde e a Azul, consideradas uma das 7 Maravilhas de Portugal.

Tomando a estrada do Pico do Carvão, que nos irá levar à famosa Vista do Rei, iremos desfrutar de uma paisagem magnífica, em que poderão ver as zonas Norte, Centro e Sul da Ilha de São Miguel, como também o vulcão do Fogo, localizado na zona Central da Ilha. As pequenas crateras vulcânicas localizadas por todo o centro da Ilha, rodeadas de uma vegetação luxuriante, que serão também, facilmente, visíveis.

Entretanto e antes de chegarmos á Vista do Rei, iremos fazer uma paragem na Lagoa do Canário, situada na Serra Devassa onde tambem poderão disfrutar do magnifico Miradouro da Grota do Inferno e/ou do Miradouro do Cerrrado das Freiras.

Atenção que aos fins de semana de 1 de novembro a 30 de abril, a Miradouro da Grota do Inferno não estará disponível.

Chegados á Vista do Rei, irão novamente desfrutar de uma vista magnifica sobre a Lagoa Azul e Verde, uma das 7 maravilhas de Portugal, com uma paisagem verdejante, rodeada por cômoros de hortênsias deslumbrando todos os que a visitem.

A caminho da freguesia das Sete Cidades, iremos fazer mais uma paragem,  esta no Miradouro da Lagoa de Santiago.
A sua cota de altitude em relação ao nível do mar encontra-se nos 334 metros, tem um comprimento de 700 metros, uma largura de 475 metros e a profundiade aproximada de 29 metros.
Está rodeada por florestas típica da macaronésia e plantações de criptomérias.

A Freguesia das Sete Cidades, localizada no centro do vulcão com o mesmo nome, também será visitada. Esta freguesia tem pouco mais de 700 habitantes, sendo, na sua maioria, agricultores.

O regresso a Ponta Delgada será feito pela costa Sul da Ilha, onde irão ter oportunidade de parar no maravilhoso Miradouro do Escalvado, com vista para a freguesia dos Mosteiros, lugar famoso pelas suas casas de veraneio, a praia e as poças naturais, formadas por lava negra, como também os seus Ilhéus, mais propriamente o que resta daquilo que uma vez terá sido uma cratera de um vulcão submarino!

Ainda antes do final da excursão, iremos visitar a famosa plantação de Ananases Augusto Arruda, localizada na Fajã de Baixo. Atualmente, o Ananás dos Açores continua a ser produzido em estufas de vidro, através de técnicas de cultivo tradicionais — aplicação de «fumos» e utilização de «camas quentes» à base de matéria vegetal —, demorando dois anos desde a plantação à colheita.

Nota: Antes de nos enviar o seu email, por favor visite "OS NOSSOS CIRCUITOS" para mais informações!